24.3.11

Boquinha d'Ouro

Falo mal. Com três anos dizia bicileca, porta-gamagens e trangiripada. Na actualidade, continuo a trocar muitas palavras, e em cima disso ainda falo uma espécie de portuñol que parece espanhol mal traduzido para português. Digo hola quando chego a um sítio, em vez de boa tarde. Peço perdona se dou um encontrão a alguém, blasfemo coño y no te jode y manda cojones y por aí fora. E permanentemente escrevo y em vez de e. Isto, é o menos mau. O resto não conto.

(Escrevi este post a contar coisas más de mim só porque não queria que ficasse a Jeninha a aparecer em primeiro lugar. Isso é que não.)

4 comentários:

Andorinha disse...

Doze anos passaram desde que saí dessa terra e ainda digo pérolas como: compartir formação; tiritas (mistura de tirantes com alcinhas); misturo expressões espanholas com portuguesas como "aqui la realidad!; digo: a ver! e posso continuar, mais agora que vem uma amiga minha argentina viver pra cá e que vai passar 5 meses em minha casa. Então é que vou ter pérolas pra te sentires menos "má" :)) Repara: doze anos depois e só aí vivi 1 ano. Y tu sabes que eu tenho mixed feelings com os espanhóis, mas a língua é linda pa!
Ganda beijoca

Restelo disse...

ahhahah
tb n gosto nada da jeninha do bloc. mas oh rapariga, da próxima põe antes um post de como és uma rapariga fabulosa, tens tido uma carreira fantástica, és uma excelente profissional, tens amigos que te adoram e uns gatos maravilhosos. ou entao gozas do RP que como éinformático isso dá pano para mangas, ok?
um beijinho!

Maggie disse...

Não vou para aqui andar a vangloriar-me da minha boa vida que depois entra mau olhado! :p

Restelo disse...

não dizes tu, digo eu, prontos!