25.10.07

Por esta altura do ano, em 1998...

...estava eu a fazer o meu primeiro teste como aluna de engenharia química no Instituto Superior Técnico. Jamais tinha estudado tanto em toda a minha vida. E jamais tinha tido a necessidade de contar os valores de cada pergunta para ver se "dava para o dez". Esta capacidade do IST nos fazer cair dos nossos pedestais de "melhor aluno da turma" no secundário e nos fazer ver que não passamos de uns míseros estudantes que nos vemos "à rasca" para passar, é das melhores coisas que nos podem acontecer. Obriga-nos a ser eficientes, a aprender estudar como deve ser, a trabalhar a mil à hora em vinte coisas distintas ao mesmo tempo, e a não ter sequer tempo para queixas e lamúrias. É sentir na pele o "Eu só sei que nada sei." E ainda assim, passar por tudo isso, e no fim, olhar para trás e sentir um misto de orgulho e admiração pela Casa. É uma lição de humildade para a vida. É por isso que não precisamos de "doutor" nem de "engenheiro" antes do nosso nome. O nosso valor não se define com um título.

PS - E aos "alguns" que saiem do IST inchados de arrogância, definitivamente, não aprenderam a lição, e só por isso nem deviam ter direito ao diploma.

3 comentários:

Restelo disse...

O meu primeiro exame foi de AMI, não tinha estudado nada, não tinha ido a todas as aulas nem prestado especial atenção às que fui. NOTA: não vão desejar boa sorte aos vossos colegas à porta da sala de exame, arriscam-se a que alguém vos empurre lá para dentro.
Tive 0, ZERO. Sim, nem 1!!
Quando vi na pauta pensei, "bem, a partir daqui só pode ser a subir!" E foi, felizmente, altos e baixos, mas sem voltar a bater TÃO fundo.

JS disse...

Ainda me lembro do stress que foi saber sequer que tinhas entrado no IST. Estavamos na Praia em Porto-Côvo e houve uma amiga (?) que viu mal o teu nome na pauta... Valeu a tua mãe para ir validar que tinhas, efectivamente,entrado !


Velhos tempos ...

Margarida disse...

Restelo,
bom, tu pelo menos não fizeste a coisa por menos! Toma lá um zero para aprenderes. Mas olha, pelo menos não tinhas estudado. No meu caso eu fartei-me de estudar e tive tipo um 8. Mas pronto, era Introdução à Química-Física, e no fim de contas fui uma das muito poucas que passou nesse semestre, com 11. Que alegria! :$

Jo,
sim, a história fui mais ou menos assim, mas foi em relação aos exames nacionais de 12º, um "amigo" meu viu um 8 na pauta, a português, o parvo esqueceu-se do 1 antes do oito. Agora que olho para trás parece-me que deve ter sido de propósito para me lixar!