29.10.07

Porque será...

... que a blogosfera portuguesa está repleta de posts de quatro linhas com clichés pseuso-filosóficos, que mais não são que medíocres tentativas de ser-se "original" e "profundo"? Será que é porque é muito mais dificil (bem) divagar sobre um tema que fazer uma interrogação de dez palavras sobre o mesmo? Naaaah... eu é que sou má. Tão má. Mesmo muito, muito má. Que chatice.

3 comentários:

vicks disse...

Não podia estar mais de acordo.

Sabes como é se topa logo se há conteúdo por detrás ou não?

Se as frases acabam em reticências (praga dos tempos modernos!) significa que a pessoa não pensou nas implicações do seu cliché e que deixa os leitores fazerem as mais variadas interpretações livres. Depois quando se lhe propõe uma interpretação ele faz-se de pseudo-intelectual e concorda contigo.

Abaixo os clichés, abaixo a proliferação das reticências!

lady bug disse...

Vocês são mauzinhos, afinal isto é tão grande há lugar para toda a gente, não???
E qt às reticências, não sei o porquê da embirração, eu gosto muito delas e não acho que signifique falta de pensamento sobre o assunto.
Acho que a ideia do blog, é mesmo divagar de forma livre e espontânea, sem restrições de conteúdos nem de pontuações. E se provocar controvérsia ainda melhor...

Bjks

Margarida disse...

Victor,
eu até acho que umas reticências no sítio certo fazem milagres. Não podem é ser milhões!:)

Joana,
precisamente porque num blog podemos escrever o que nos apetecer é que eu me posso dar ao luxo de ser má, se me apetecer!
Beijocas!