5.1.08

2008

E assim chegam rapidamente ao fim umas férias dignas de emigra, com muito cozido, muito bacalhau e muita TVI (não me lixem, a verdade é que Portugal de verdade quem o mostra é esta estação - para mal dos nossos pecados)... Amanhã de manhã, lá vou eu de volta à capital do império, a minha Madrid grande e fria e colorida.

Sinto aquela preguiça habitual que aparece sempre que passo mais de 4 dias seguidos a falar português, parece que a língua se me entorpece ligeiramente. Nada que não se resolva nos primeiros cinco minutos mas pronto, a preguiça está cá na mesma. Ainda não foi desta que vi a colecção Berardo, também não vi o Call Girl mas como já referi vi muita TVI, o que me confirmou que continua tudo mais ou menos na mesma, os políticos todos invejosos da boa estrela do Sócrates, o Sócrates nem aí, os preços sobem (muito) mais do que os salários e só somos modernos em cenas estúpidas como a ridiculamente restritiva lei do tabaco.

Ainda assim, todos em Portugal se queixam demasiado (ninguém o explica melhor que a Rita Barata Silvério) e dentro de mim , entre pena e saudade, sinto um reconforto crescente ao voltar para os nuestros hermanos, repletos de mau feitio mas também de uma alegria contagiante. Ah, e o petróleo chegou aos 100 dólares. E já estamos em 2008.

2 comentários:

Jo disse...

Gostei muito de te ver e de ter estado contigo ... muitos beijos !

Margarida disse...

Beijinhos LINDONA, obviamente, eu também!!!