22.2.08

12 palavras

Ora bem, a Rititi sugere-me que escolha as minhas 12 palavras preferidas. Como é habitual quando tenho muito por onde escolher, fiquei sem saber por onde começar. Afinal, tentei esvaziar a minha cabeça e deixar os neurónios à solta. Sairam estas doze, não exactamente por esta ordem. Depois psicanalisei-me um poco sobre cada uma delas. Se do que vão ver em seguida descobrirem apenas ideias feitas, é uma pena, mas seja como for são as minhas ideias feitas. Chegar – Porque se tem de começar por algum lado. E quando se chega, a acção começa. Fantasia – as nossas vidas serão sempre pobres sem um toque de fantasia. A fantasia é a cor dos dias. Relativamente a isto, lembro-me sempre do meu filme preferido do Tim Burton, o Big Fish. Gostar – ou não gostar, eis a questão. E tantas guerras se têm feito â custa do desrespeito pelos gostos dos outros. Principalmente, por aquilo em que cada um gosta de acreditar. Livre Arbítrio - até pode ser mentira, até pode ser que isto esteja tudo previsto, que os planetas a moverem-se a milhões de anos luz decidam tudo por nós, que não mais não somos que poeira cósmica. Ainda assim, decidir é bom, principalmente se é difícil. A mim, sabe-me bem. Sentir – Seja o que for, mas sentir alguma coisa, que senão mais valia estar morto. Rir – Mas claro, é melhor sentir coisas boas. Muito boas. E rir muito. Rir a bandeiras despregadas. As rugas que se lixem. Sinceridade – o que todos dizemos que somos mas ninguém realmente o é. A conceito de sinceridade existe para não ser seguido. Ser sincero é, no nosso mundo, quase sempre sinómino de arrogância, falta de educação ou insensibilidade. Ninguém realmente deseja escutar a verdade. Tempo – A quarta dimensão que procuramos por cojones compreender, sem grandes resultados. Com ele não podemos fazer nenhuma das coisas que estamos habituados a fazer com tudo o resto. É fodido, mas é o tempo que nos manipula a nós. Sol – É-me indiferente o seu significado físico. Eu amo o sol. As minhas sardas também, saltam assim que ele dá de si. Oh, longas tardes passadas ao Sol, a dormitar... que prazer imenso e único. Serei gato? Gatos – A materialização da paixão que sinto por quase todos os animais. Eu sei que é um cliché. Mas cada vez me sinto menos orgulhosa por ser parte de grupo dos “racionais”. Ter capacidade de raciocionar não significa necessariamente fazê-lo, quanto mais fazê-lo bem. Palavras – Poder escrevê-las, dizê-las ou gesticular-las é a coisa mais fabulosa do mundo, mas como todas as outras tecnologias, em geral não lhe damos o melhor dos usos possiveis. Partir - Tal como um dia chegamos, chega um dia em que temos de partir. Para onde quer que seja, ou mesmo para lado nenhum. The End. A cadeia segue para: CS, Hyaat, Maçãs, Restelo, RP e Vicks.

3 comentários:

Restelo disse...

Só para dizer que já vi o desafio. Tenho andado aqui as voltas a escrever o post mas não tem sido assim tão fácil... Bem, isso e tens mais um award na chafarica.

vicks disse...

Ora aqui está (mais) uma ideia interessante.

Era difícil conciliar o teu desafio com o estilo do meu blog. Postei então uma mistura de palavras que gosto de dizer com outras que tem a ver comigo. Agora, quais são quais... isso deixo aos leitores.

A+
.vitor

Margarida disse...

Restelo,
mais um prémio? Mas tu queres matar-me do coração??? ;)

Vitor,
já fui lá ver, afinal não foi assim tão dificil! :)