12.7.10

Depois

Depois Espanha ganha e o Casillas deixa-nos todas a suspirar por ele e ainda mais desejosas de sermos a Sara Carbonero por um dia que seja, e eu, que há uns dias andava cheia de azia por termos levado na pá dos hermanos, agora dou por mim a ter que me controlar para que não em subam as lágrimas aos olhos, que isto é simplesmente lindo mas dificilmente explicável com palavras. Os espanhóis podem ser brutos e arrogantes mas tudo o que têm em defeitos compensam com qualidades que eu valorizo, e além disso este é o país que me empregou e me deu mais formação e oportunidades de carreira e também carinho e amizade e onde eu não penso deixar de viver tão depressa.

Nunca pensei ver tantos espanhóis orgulhosos de o serem, tão genuinamente felizes e sem fanfarronice, simplesmente cantarolando alegria e parvoíces. É só futebol, poderão dizer, mas este mesmo futebol está a fazer mais pela união deste povo traumatizado que todos os estatuts que queiram inventar. Não é só futebol.

6 comentários:

Andorinha disse...

Asi merece la pena. Qué se unan de verdad y se dejen de histórias y tonterias. Qué sea dia de ser campeones todos los dias :)

A cena do Casillas é muito boa. Quem é que não quer ser a Sara Carbonero depois daquele momento?! Até eu que de romântica tenho bola, pa! E tenho bom perder :D

Bluebluesky disse...

Não é, definitivamente, só futebol :)

Pecola disse...

E parece que veio mesmo em boa hora. :)

margarida* disse...

Ai Maggie tas igual que eu! Ontem tambem me vinha a lagriminha a ver tanta gente tao contente e sem mla rollos... parecia parva!

Maggie disse...

Andorinha,
são tão fofinhos os dois, não são? :D

Blue,
não é, de todo, só futebol! :)

Pecola,
aqui já ninguém fala em crise! Espero que isto ajude a recuperar que em Portugal também dá jeito uma Espanha forte. Beijinhos

margarida*,
somos umas facéis, é o que é! :p

melisand disse...

Olá!

Dei com o teu blog agora e estava a dar uma vista de olho até que vi este post. Achei piada porque estando eu na Catalunha, pensei que não ouviria festejo algum. Isso aconteceu no Euro 2008, não houve festejos. Por isso acho que pelo menos esta selecção conseguiu unir um pouco os espanhóis, alguns catalães incluídos.

Bjs