20.1.10

Santo Print Screen

Ou, como se diz em espanhol, imprimir pantalla, é uma teclazinha que já existia nos computadores pré-históricos dos Flinstones. Até os meus gatos conhecem e utilizam o print screen (depois de o arrancarem do teclado gostam de persegui-lo casa fora). Por isso, irrita-me até à ponta da minha já inexistente franja (cresceu, snif snif), andar a ver lojas online, querer guardar registo de um artigo que gostei, ir à imagem, botão direito, e mais uma vez, nada de "save as", ou, pior ainda, uma mensagenzinha moralista "esta imagem é propriedade de bla bla bla, e és uma menina muito feia que devias levar muitos tataus, menina feia, ta-tau". E enquanto, roxa de raiva, me entretenho a fazer crops ao bendito do printscreen (como se não tivesse mais nada que fazer, não é?), tenho como banda sonora mental a linda música daquele brilhante anúncio dos cinemas, o "Você nunca roubaria... tchan tchan, tchan tchan". Ah pois não. Então não. Esqueçam!!! É a rede. Ouviram? "A" rede. "Isso-da-net", como diz a minha avó. Não vale a pena. Parvos.

2 comentários:

Ladybug disse...

Tenho de admitir que a minha vida mudou desde que me capacitei da utilidade do print screen!!

Maggie disse...

Deviamos erguer uma estátua em honra do Print Screen! :D