28.9.10

E é que logo por azar

90% dos espanhóis que conheço acham que eu tenho sotaque catalão, o que me faz estar sempre desejosa para que me perguntem de onde sou quando conheço alguém. Assim que digo que sou de Lisboa, podia jurar que as pessoas ficam mais simpáticas e fofinhas. E não é que alguém me tenha tratado mal na convicção de que sou catalã, simplesmente trata-me melhor quando percebem que não sou.

Já na Catalunha, mais que uma vez, tive essa peculiar experiência de que (quase) todos os espanhóis se queixam: falar em castelhano e ter uma parede do outro lado a responder, resposta após resposta, em catalão. Santa paciência.

2 comentários:

melisand disse...

Eu sei o que isso é!

Ao inicio sofri um pouco. Os meus colegas de trabalho não me "aceitavam" muito bem e apesar de saberem que não sabia nada de catalão só falavam comigo em catalão.

Agora, já aprendi umas coisas e quando me vêem na rua a falar com o cão em português, fazem questão de falarem comigo em catalão por ser estrangeira. Respondo-lhes em catalão e ficam super surpresos. Até já me disseram algo como: "Uma estrangeira a falar catalão?" e a partir daí trataram-me bem melhor.

Por isso foi com alívio que passei uns dias na Andalucía sem esta confusão catalão/espanhol.

Bjs

Jibóia Cega disse...

A mim dizem-me que se eu souber como se faz para avisar que eles (os de Madrid) trocam a Catalhunha por Portugal no imediato!