15.7.09

Acerca da censura e etc.

Acabei de ver, com um intervalo de 10 minutos em dois canais de música diferentes, o vídeo da música da Pink, o "Please don't leave me". Tendo vários detalhes mórbidos, como só ela se lembraria (ou os produtores, whatever), o que mais me despertou a atenção foi ter visto dois videos substancialmente diferentes. Um deles estava abusivamente censurado. E não falo de censura vocal, falo de censura visual. Havia efectivamente cenas diferentes em cada um dos videos. Se calhar é normal, mas eu nunca tinha visto algo assim. Também não sou muito dada aos canais de música, talvez seja isso, mas enfim. Ora vão lá ver o original (a Pink não deixa postar aqui) e vejam lá se adivinham que partes foram "adaptadas". Aposto que se os papéis homem-mulher estivessem invertidos, o vídeo nem sequer tinha visto a luz do dia. Porque assim parece uma piada de mau gosto. Ao contrário, é a crua realidade. Ora imaginem. Pois é, nestas coisas é que a igualdade é uma conceito fixe, mas pouco mais.

2 comentários:

Verdinha disse...

esse videoclip é todo marado :S

e é triste mas violencia domestica existe para os dois sexos.. :S

Margarida disse...

Verdinha,
bem-vinda!
E sim, a violência doméstica existe em ambas situações, mas não nos vamos enganar, os números não só propriamente equiparados..