2.6.10

Não há X sem X+1

Primeiro foi a televisão.
Depois a net.
Por fim, a linha telefónica.

O flexivel do duche rompeu (é o que dá eu gostar de tomar banho com água a 50ºC) e nem chave de fendas do tamanho certo tinha em casa.

A caldeira deu o berro hoje de manhã, e amanhã é feriado e na sexta a malta só trabalha de manhã. E na mesma sexta à noite vêm amigos de finde. E o gajo. E eu sem água. E com o flexivel roto.

E a máquina de lavar roupa está a fazer um barulho estranho (mas ainda funciona, eu gosto de esticar a corda e deixar os electrodomésticos apodrecer).

Mas, não sei bem como, consegui resolver TUDO TUDO TUDO hoje. (Sem nenhum homem ok, fui mesmo eu).

Sou um espectáculo. Sou como aquelas gajas ricas e super bem sucedidas que fazem milhões de coisas ao mesmo tempo e sai-lhes tudo bem e a vida é cool e glamourosa.

Eu sou assim, só que em versão não rica e sem batalhão de empregados.

3 comentários:

Dora disse...

Epá isso é histórico!
É oficial, não precisas de homens na tua vida!

Rita Maria disse...

Precisas pois, mas nao é porque precises...(como acabei de trocar a fechadura da porta de casa, sei exactamente como te sentes...you go girl, muitos parabéns!)

RP disse...

*cof* ... as presentes sabem que eu até leio este blog.... humpf!