27.5.10

Onde eu estiver, estão lá















(Lembram-se do slogan da Telecel? Eu amava!)

Gatos. Há sempre gatos. Este foi mais um amigo que eu fiz, e que ser extraordinári. Se alguém o quiser adoptar eu vou ao Castelo de Loarre buscá-lo, que vale a pena a viagem (a sério). Era tão, tão, tão fofo, e simpático, e falador, e mansinho, e carinhoso, e turrinhas e tudo e tudo e tudo. Um gato-cão sem tirar nem pôr. Está todo sujo e cheio de mazelas, mas ainda assim é uma maravilha. Começo a achar que é da genética dos gatos amarelos, ainda não conheci nenhum que não fosse um mansarão. Ai, pudesse eu ter todos os gatos que quero...

1 comentário:

disse...

Como eu te entendo. Tenho 3 que amo de paixão e sempre que viajo, há gatos à minha volta - desde Cabo Verde a Marrocos :D e fico sempre com vontade de ficar com todos...