28.3.10

Ai que lindas

E depois chega uma pessoa a Lisboa, estafada mas contente, e tem uma surpresinha à espera no quarto.

(ver foto)
(analisar foto)
(chorar a rir com a foto)

Estas são algumas das coisas lindas, autênticas instalações deconstrutivas modernistas dignas de exibição na colecção Berardo, que a Dona Emília faz lá em casa.

Há um momento na vida de todas as empregadas em que já se sentem confortáveis, e de repente, pim pam pum, começam a deixar a casa "mais" bonita. Chegou esse momento para a D. Emília. As almofadas são o seu alvo preferido. Ela acha que aquela maneira organizada de deixar as almofadas, direitas, juntas, umas à frente das outras, é de uma total falta de gosto.
E como a menina Margarida não está cá e o menino Ricardo nunca refila com nada, toca a mudar tudo de sítio: a começar, lá está, pelas almofadas. Lindas.

2 comentários:

universo peca disse...

olha, não me consegui rir, mas senti um arrepiozinho na espinha porque me reportou às visitas em que a dona da casa mostra orgulhosa a casa de ponta a ponta e se apanham assim essas pérolas, mais os exércitos de bibelots e as rendinhas..

Maggie disse...

Eu basicamente tenho de fazer vistoria à casa depois de cada visita da Dona Emília, que limpa tudo muito bem, mas tem estes ataques de decoradora tardia. Felizmente, ainda não lhe deu para trazer naprons para enfeitar...